Guia de San Pedro de Atacama - Chile


O clima mais seco do mundo e as paisagens naturais surreais fazem de San Pedro de Atacama o sonho de muitos viajantes. Localizada a 1.600 quilômetros de Santiago a caminho do norte do Chile, a cidade é a base para explorar tudo o que o Deserto do Atacama tem pra oferecer. E não é pouco: geysers, vulcões, lagoas cristalinas, piscinas térmicas, pedras coloridas, crateras e terrenos comparáveis à superfície da Lua estão entre os encantos que fazem qualquer um querer voltar pras aulas de geografia.

Caminhar pelo centro de San Pedro de Atacama é como um estágio para ir se acostumando com as condições climáticas deserto afora. A 2.400 metros de altura, em San Pedro já é possível sentir bastante a falta de ar, a mudança brusca entre frio e calor com o passar das horas, o ar seco e muita, muita poeira!
Calle Caracoles San Pedro de Atacama
Rua Caracoles, bem no centrinho de San Pedro de Atacama

Como você já deve ter percebido, essa definitivamente não é uma viagem qualquer. Deixei o Atacama para o final do meu mochilão de 3 meses entre Argentina e Chile e, mesmo já cansada e tendo visto tanta coisa linda, foi a melhor parte do mochilão. Com toda a certeza, foi a viagem mais surpreendente que já fiz.

Por ter sido tão especial e por saber que esse é um local que desperta a curiosidade de muita gente, vou detalhar tudinho! Aqui embaixo vou contar como chegar, como é a parte urbana da cidade e dar informações úteis como qual é a melhor época para visitar, quantos dias ficar, como escolher a agência e, claro, quais são os preços dos passeios.

Já escrevi um post com todos os preços em San Pedro de Atacama e ainda planejo postar outros artigos e vídeos sobre todos os tours. Beleza? Então vamos lá!

Como chegar a San Pedro de Atacama

De avião: saindo do Brasil, é preciso ir primeiro para Santiago, a capital chilena. De lá, tem outro voo de 2 horas até o aeroporto El Loa, em Calama. Deste aeroporto até San Pedro de Atacama, o mais comum e fácil é pegar um transfer, que custa $12.000 o trecho ou $20.000 (~ R$109) ida e volta - preços atualizados para agosto/2016. Não é necessário reservar com antecedência! Chegando na área de desembarque, já dá para ver os guichês das empresas que prestam esse serviço. Como as vans saem com uma frequência bem razoável, é só chegar no guichê e comprar a sua passagem. O transfer leva em torno de 1 hora para te deixar em frente ao hostel.

Transfer de Calama a San Pedro de Atacama
Guichês de transfer no aeroporto de Calama
Como todos tinham o mesmo preço, acabei fechando com a Transvip, que me pareceu mais receptiva

Obs: mesmo eu que não costumo abrir a mão pra pagar transfers, achei que era a melhor opção. Pelo que pesquisei em alguns fóruns e blogs, a alternativa seria ir de táxi até o centro de Calama ($5.000) e depois pegar um ônibus para San Pedro ($3.500), mas não sei o quanto esses valores estão atualizados. Vale lembrar que não tem ônibus saindo sempre, então talvez será preciso esperar algumas horas. Total da alternativa: $8.500 (~ R$46, só a ida). Como cheguei cansada e com bastante bagagem, achei que a diferença de preço não compensava o esforço. Na volta também achei bem vantajoso apenas esperar a van me buscar para o aeroporto. Liguei no dia para confirmar e o agendamento da minha volta estava certinho.

De ônibus: são 22 longas horas saindo de Santiago e custa a partir de $22.300 (~ R$122 o trecho) para semi-cama, a opção mais desconfortável possível. Não recomendo, pois a passagem de avião para Santiago -> Calama -> Santiago sai na faixa dos R$300 - consegui a minha por R$285!

De carro: segundo o Google, são quase 18h de viagem desde Santiago. Como o Chile não é vizinho do Brasil, fica meio complicado vir de carro direto da nossa terra, mas também é uma opção.
Santiago e San Pedro de Atacama distancia
Distância entre Santiago e San Pedro de Atacama

Centrinho de San Pedro de Atacama

As ruas de chão batido e as construções em adobe são a marca registrada dessa cidadezinha. Os vulcões e as montanhas ao fundo completam a paisagem, que mais parece um cenário de filme antigo. Outra característica marcante de San Pedro é o céu, com um azul absoluto durante o dia e, à noite, é o céu mais estrelado que você já viu! S2

É possível atravessar a cidade caminhando em meia hora. Fiz um vídeo mostrando os principais atrativos locais: Plaza de Armas, igreja, feirinha de artesanato, o Museu do Meteorito e a rua Caracoles - a principal, onde fica a maioria das agências, lojinhas e dos restaurantes.


Gostou do vídeo? Aproveita e se inscreve pra acompanhar e dar aquela força pro nosso canal que acabou de começar ;)

Quando ir: qual é a melhor época do ano?

Lembre-se sempre que estamos falando do deserto, onde as temperaturas oscilam bastante durante o dia. No inverno o frio é bem mais cruel e no verão o calor é muito mais intenso, então a melhor época para ir é durante os meses das estações intermediárias: primavera e verão. Pelo menos não precisamos nos preocupar com as chuvas!

Isso quer dizer que não devo ir no inverno e no verão? Mais ou menos. Se você não tiver outra opção, vá, mas eu aconselho evitar. Eu fui em agosto, invernão, e passei frio nas geladas manhãs e noites do Atacama. O Hostal Tuyasto, hostel onde fiquei hospedada, era excelente e um dos mais baratos, porém não tinha aquecedor - senti bastante frio mesmo dentro do quarto. Por outro lado, entre 11h e 15h, era calor até com blusa de alça... o deserto é mesmo incrivelmente louco!
Clima no Deserto do Atacama
Essa é a temperatura média da região mais central de San Pedro. Em alguns passeios onde passamos dos 4 mil metros de altura e em regiões onde ventava bastante, a sensação térmica no inverno chegava perto dos -15°C!
Fonte da imagem

Quantos dias ficar

San Pedro de Atacama não é um lugar nem um pouco barato para turismo. Além de as hospedagens terem um preço bem salgado - gastei 3x mais lá do que em Santiago por uma acomodação menos confortável -, os passeios seguem a mesma linha e não dá para fazer muita coisa por conta própria.  

E apesar de ser uma aventura em tanto conhecer essas terras tão diferentes da nossa realidade, é um pouco sofrido ficar lá. A pele e a garganta ressecam toda hora, a mudança do frio pro calor te obriga a estar sempre com roupas leves e pesadas e a poeira constante suja tudo.

Dito isso, fica a dica para você encaixar bem os tours que pretende fazer, para a sua aventura pelo Atacama não ser muito cara nem sofrida. No tópico abaixo tem uma tabela com os passeios mais populares, preços e horários disponíveis - vai te ajudar a se organizar melhor!

Eu passei 6 dias completos lá e acho que 4 ou 5 seria o ideal. Em 3 dias já dá pra fazer bastante coisa, só tem que cuidar com os horários de chegada e partida.

Principais passeios e seus preços 

Quando estava planejando minha viagem, tive bastante dificuldade para encontrar os preços dos passeios no Deserto do Atacama, principalmente atualizados. Na verdade, eles podem variar bastante entre as agências e conforme os pacotes fechados. A maioria das agências dá um bom desconto para quem comprar a partir de 3 passeios juntos.

Segue abaixo uma tabela com os melhores preços que encontrei, separadamente e com o pacote que eu fiz:
Preços dos passeios em San Pedro de Atacama
*O pacote inclui os passeios conjugados, ou seja: no dia das Lagunas Altiplânicas, também fomos às Piedras Rojas e ao Salar de Atacama

Obs: conforme eu for fazendo os posts dedicados a cada um desses lugares, vou colocando os links aqui ;) Além dos passeios dessa tabela, há outros que dá para ir de bike! Vou falar mais sobre eles também nos próximos posts.

Como escolher a agência

Uma coisa que não falta em San Pedro de Atacama, além de areia, são agências de turismo. Não é necessário pagar antes de chegar para garantir vaga nos tours - a agência de uma brasileira me propôs isso.

As agências ficam literalmente uma ao lado da outra na rua Caracoles e oferecem os mesmos passeios, com exceção do Tour Astronômico, que não tem em qualquer lugar. Em meia hora é possível entrar em 4 ou 5 agências para pesquisar preços, é bem tranquilo e em geral não faltam vagas.

O que recomendo é: assim que chegar, deixe as malas no hostel e saia para pesquisar as agências. Aproveite essa pesquisa para conhecer a cidade! Se chegar de manhã, já é possível agendar o primeiro passeio para a tarde.

O horário de funcionamento das agências de turismo em San Pedro de Atacama é bem variável. Algumas ficam abertas até tarde, tipo 22h, embora a maioria feche antes desse horário. Lembro de ter visto umas poucas agências fechadas para o horário do almoço, enquanto quase todas estavam abertas.
Agências para os passeios no Deserto do Atacama
Rua Caracoles
Cada uma dessas placas é uma agência!

Tá curtindo as dicas para o Atacama? Então cadastra o seu e-mail aqui para eu poder te avisar quando saírem os próximos posts, porque esse é só o primeiro de vários que ainda farei sobre esse deserto encantador! Os próximos serão sobre cada um dos passeios que eu fiz.

Qualquer dúvida ou contribuição, já sabe, né? Só deixar nos comentários.

Um abração e boas viagens para nós!

Artigos relacionados a essa postagem:
Quanto custa viajar para o Atacama
Mochilão na Argentina e no Chile: resumão dos 3 meses de descobertas pela América do Sul

Se você curte os artigos do Mundo de Viajante, cadastre-se aqui para receber os próximos posts no seu e-mail. É gratuito e eu prometo que nunca enviarei nenhum spam!

Para não perder nenhum conteúdo, acompanhe-nos também pelo Twitter e Facebook.
Compartilhe no Google Plus

Sobre Mayumi Tsuruyama

Me formei em Administração por adorar o universo empresarial. Mas também sou freelancer e blogueira, por amor ao mundo e à liberdade. Encaro todas as viagens que já fiz e ainda farei como trajetos de uma viagem maior, que é a vida. Seja como turista, estudante, trabalhadora ou mochileira, viajar me completa. E eu ainda tô longe dos 100%!
    Comentar via Blogger
    Comentar via Facebook

15 comentários:

  1. Adorei o seu jeito fácil de escrever. Já estive lá e concordo com você: Quero voltar, repetir todos os passeios e, se for possível, ficar um dia inteiro nas lagunas altiplânicas, aproveitando o clima encantador que tem lá em cima.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz em saber que você gostou do meu estilo da escrita, Qpicoé <3

      Esse é o eterno dilema de nós viajantes, né? "Voltar pra matar a saudade ou conhecer outro lugar?"

      Obrigada pelo seu comentário. Um beijo!

      Excluir
  2. Adorei seu blog! Estou indo pro atacama agora dia (30.09), vou adorar as dicas de valores, é muito difícil achar informações atualizadas sobre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que alegria, Larissa! Obrigada pelo seu comentário :D
      Acho que consigo publicar esse post sobre os preços até terça-feira no máximo!

      Excluir
  3. adorei o relato, bem real, sem frescura! tô indo semana que vem. gostei das dicas sobre os passeios!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que vc gostou! Tenho certeza que vc vai amar o Atacama, não tem como não amar hehe
      Obrigada pelo comentário :*

      Excluir
  4. não me identifiquei! joana
    joanamacintosh@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Joana! Não se identificou com o que? Não entendi :)

      Excluir
  5. Muito bom Mayumi, excelentes dicas...super animei p ir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo feedback, Mah! Fico muito feliz em saber que meu relato te despertou uma vontade de conhecer o Atacama :D
      Vi que você também está acompanhando o blog pelo Youtube e Facebook... valeu mesmo, querida. Grande abraço!

      Excluir
  6. Muito bom mayumi legal suas dicas uma pergunta ir com criança 8 anos ir sofre muito tipo qual seria seu conselho se vor com criança ou vc acha melhor não????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Douglas! Que bom que vc gostou das dicas :D

      Rola ir com criança para o Atacama, sim! Acho que o passeio mais "perigoso" é o dos geysers. Cheguei a perguntar para o guia como funcionava com crianças e ele falou que eles liberavam a partir dos dois anos. Outro passeio que exige um cuidado maior é o Vale da Lua, porque tem uma parte que passamos dentro de umas cavernas e depois fazemos uma mini trilha em um terreno bem acidentado. Dá uma olhadinha aqui nesse vídeo do Vale da Lua que eu fiz: https://www.youtube.com/watch?v=j7-dU2OHX2w

      Fora isso, aconselho vocês a não irem no inverno, porque faz bastante frio, e também a cuidarem nos passeios onde tem lagos. Não diria que é o melhor lugar para passear com crianças, sabe? Mas tomando cuidado, é bem tranquilo. Quem me dera se eu tivesse podido fazer uma viagem dessas aos 8 anos hehe!

      Excluir
  7. Muito bom mayumi legal suas dicas uma pergunta ir com criança 8 anos ir sofre muito tipo qual seria seu conselho se vor com criança ou vc acha melhor não????

    ResponderExcluir
  8. Muito obrigada!
    estou adorando suas dicas.
    vou mês que ven e tive coragem de ir sozinha por sua causa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ô Patrícia, que alegria em saber que consegui te convencer a ir pra lá <3
      Tenho certeza de que você não vai se arrepender, o Atacama é incrível!
      Essa é uma viagem bem tranquila de se fazer sem estar acompanhada, até pq em todos os passeios as agências agrupam os interessados para irem juntos na van, então vc não vai se sentir sozinha a não ser que resolva fazer algo privado ou por conta própria :) Pode ir sem medo e curta muuuito porque depois vai dar saudade!

      Excluir

O que achou do artigo? É sempre gostoso ler as opiniões e contribuições de quem passa por aqui!
Se tiver alguma dúvida, leia a Política de comentários do Mundo de Viajante.